eSportsValorant

VALORANT Masters: Sharks é eliminada; Team Vikings perde para Sentinels e está na repescagem

Foto: Colin Young-Wolff/ Riot Games

O terceiro dia do VALORANT Masters Reykjavik não foi nada fácil para as equipes brasileiras. Enquanto a Team Vikings perdeu para a Sentinels e caiu para a repescagem, a Sharks Esports perdeu a série KRÜ Esports e infelizmente adeus a competição nesta quarta-feira (26).

Com isso, a última esperança do Brasil na competição fica com a Vikings, que precisa vencer os próximos jogos na repescagem para manter o sonho vivo. Confira o chaveamento:

Foto: Reprodução/ VALORANT Brazil

X10 bate Crazzy Raccoon

A X10 Esports (Tailandia) desbancou a equipe da Crazzy Raccoon (Japão) por 2 a 0 na primeira série do dia.

Apesa de uma Heaven um pouco caótica por parte da X10, e equipe conseguiu controlar o mapa e quase não deixou os guaxinins jogarem, fechando o primeiro embate por 13 a 9. Ainda aquecidos, os japoneses mantiveram o ritmo e levaram a Ice Box por 13 a 5, despachando a CR de volta para casa.

Sharks Esports dá adeus ao Masters

Na segunda série do dia, infelizmente, não deu para os brasileiros. A Sharks Esports precisava vencer a KRÜ Esports (Latam) para seguir viva na disputa, mas acabou caindo perante ao poderio Hermanos, perdendo por 2 a 0.

Em uma Ice Box dominante, a KRÜ conseguiu antecipar os movimentos da Sharks no mapa e com a mira afiada, levou o primeiro jogo por 13 a 5. No segund0 mapa, era hora de renovar as energias e buscar o empate na série. Porém, em uma uma Bind bem equilibrada no começo, a Sharks novamente se viu encurralada pela leitura de jogo adversária, perdendo o mapa por 13 a 6 e dando adeus ao Masters.

Sentinels despacha Team Vikings

A última série do dia foi dura para os brasileiros. Apesar de um começo equilibrado contra a Sentinels (NA), a Team Vikings acabou perdendo o ritmo de jogo e perdeu por 2 a 0.

Na Ice Box, os brasileiros mostraram que não havia uma grande disparidade entre as regiões e com um começo pegado, foram trocando rounds com a Sentinels. A cada round ganho por um o outro pontuava logo na sequência, porém na troca, a Sentinels engatou e não parou mais, fechando o mapa por 13 a 7.

A Heaven veio para ser o mapa decisivo e diferente do que foi o primeiro mapa, a Sentinels começou com um atropelo para cima dos brasileiros, que por pouco não conseguem pontuar na primeira metade. Na troca, a Vikings até tentou recuperar um pouco do placar mas acabou caindo para o poder dominante da Sentinels, que fechou o mapa por 13 a 6.

 

What's your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Rafhael Pardin
Olá, sou Rafhael Pardin, natural do Espírito Santo e formado em Jornalismo pela FAESA Centro Universitário. Jogador de LoL desde 2013 e mais recentemente de Valorant. Trago a cobertura dos jogos durante os finais de semana.

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in:eSports