eSportsValorant

VALORANT Masters: Apesar do começo dominante, Sharks Esports perde na estreia da competição

Foto: Jéssica Liar/ Sharks Esports

Não deu para o Brasil na estreia do VALORANT Masters nesta segunda-feira (24). Apesar do começo dominante da Sharks Esports sobre a Nuturn Gaming, a equipe coreano conseguiu virar a série e despachou os brasileiros para a chave da repescagem.

O primeiro dia de competição também foi marcado pelo domínio da gigante europeia, FNATIC, sobre a equipe argentina, KRÜ Esports. E apesar do sufoco da equipe japonesa, Crazzy Raccoon, os americanos da Version1 conseguiram sair com a vitória e avançar na competição.

O Masters Reykjavik continua na terça-feira (25)  com a Team Vikings encarando a X10 Esports, a partir das 12h.

O sonho do título ainda segue vivo. Os perdedores de cada confronto precisam esperar os próximos resultados para a formação da repescagem, que garante uma vaga na grande final.

Foto: Reprodução/ VALORANT Brazil

FNATIC despacha KRÜ Esports

Na primeira série do dia a gigante europeia, FNATIC, venceu por 2 a 0 a representante Sul Latino Americana, KRÜ Esports, e avançou na chave dos vencedores. 

Na Heaven, os europeus só perderam os pistols da partida, fechando o mapa por 13 a 5. Já na Ice Box, a equipe só precisou manter o ritmo dominante para vencer por 13 a 4, despachando a KRU para a repescagem. 

Apesar do sufoco, Version1 vence Crazy Raccoon

No confronto seguinte, os americanos da Version1 levaram a melhor sobre Crazy Raccoon, do Japão, com um 2 a 0 pegado.

Na Ascent, a CR lutou e lutou mas acabou errando em momentos decisivos, perdendo o primeiro mapa por 13 a 11. Já na Ice Box, a Version1 abriu uma larga vantagem na primeira metade, e apesar da dificuldade após a troca, vence o segundo mapa por 13 a 10.

Nuturn Gaming vira sobre Sharks e despacha brasileiros para repescagem

A Heaven foi o palco do primeiro jogo. Apesar do susto no começo, a Sharks saiu na frente e com a mira em dia, venceu o primeiro mapa por 13 a 5. Com o gosto amargo da derrota, os coreanos voltaram com sangue nos olhos e na Bind devolveu o placar sobre os tubarões, vencendo por 13 a 5.

A Ascent foi o mapa do desempate entre as duas equipes e mais uma vez a Nuturn saiu na frente, quebrando o espírito dos brasileiros com uma primeira metade dominante. Na troca, a Sharks até tentou se segurar e virar a partida mas caiu sobre o domínio coreano, perdendo o mapa decisivo por 13 a 5.

What's your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Rafhael Pardin
Olá, sou Rafhael Pardin, natural do Espírito Santo e formado em Jornalismo pela FAESA Centro Universitário. Jogador de LoL desde 2013 e mais recentemente de Valorant. Trago a cobertura dos jogos durante os finais de semana.

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in:eSports