eSportsCBLoLLeague of Legends

CBLOL: Em série de tirar o fôlego, Pain vira sobre a LOUD e garante passagem para a semifinal

Foto: Divulgação/ Pain Gaming

A equipe da Pain Gaming avançou para a semifinal do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL) neste sábado (27) após vencer a equipe da LOUD por 3 a 2, com direito uma virada histórica em série que parecia perdida até o segundo jogo. A Pain não começou nada bem a série contra a LOUD, a tropinha teve um domínio total contra o adversário e venceu dois dos cinco jogos, ficando a um jogo da classificação. O que eles não esperavam, era uma Pain inspirada dali pra frente. 

O terceiro jogo marcou o que seria o “Revers Sweep” (virada completa em tradução literal) para a Pain. O que se esperava era um time quebrado após as derrotas, mas o resultado foi completamente o oposto.

Assim, após neutralizar o jogo ofensivo da LOUD e manter o controle da situação, a Pain conseguiu duas vitórias e empatou a série. O que faltava agora era o quinto e decisivo jogo para assinar o aviso de férias da tropa. Em um jogo explosivo por parte de ambas as equipes a Pain garantiu boas lutas e o domínio no mapa, cravando a terceira vitória seguida e assegurando a série. Era a virada completa contra a tropa.

No próximo domingo (28), a partir das 13h, RED Kalunga e Kabum! Esports disputam a última vaga da semifinal, o vencedor deste confronto encara a Vorax no dia 4 de abril também a partir de 13h. O próximo confronto da Pain Gaming é contra o Flamengo, no dia 3 de abril no mesmo horário. A grande final acontece no dia 18 de abril

Como foi a série

LOUD 1 X 0 PAIN 

O primeiro jogo do dia foi um verdadeiro atropelo por parte da LOUD. Logo no início do jogo, após um 2v2 desfavorável para a bot lane da Pain, a LOUD garantiu dois abates e criou pressão na rota inferior, deixando Brtt e Luci atrás. O que se viu dali pra frente foi um domínio total da tropa, com uma performance dominante de Duds e Ceos durante o jogo. A LOUD fechou a partida em 28 minutos. 

LOUD 2 X 0 PAIN 

O segundo jogo da série começou equilibrado, com as duas equipes se estudando e tomando cuidado para não ceder vantagens logo no início da partida. Aos 24 minutos, uma luta pelo Baron mudou o rumo da partida. Após uma luta bem encaixada, a equipe da LOUD varreu a Pain, garantindo o objetivo e a pressão do jogo. 

LOUD 2 X 1 PAIN 

Os tanques selecionados por Robo, na rota superior, davam lugar a uma Camile, mais agressiva e confiante, para lutar contra o Tay e o resto da tropa ao atingir o ponto mais protegido, Duds e Ceos, a bot lane da LOUD. No mid, Tinows trouxe a Zoe e controlou a rota contra o Azir de dyNquedo. Aos 32 minutos de partida, a LOUD tentou contestar o dragão da Pain mas foi varrida por Brtt e Tinows bem posicionados na luta, garantindo o Ace e a vitória na partida. 

LOUD 2 X 2 PAIN 

No quarto jogo da série, Pain não deu descanso contra a LOUD e manteve a pressão. Novamente de Camille, Robo precisou encarar o Mordekaiser, escolhido como counter, de Tay na rota. Apesar do trabalho, a Pain saiu com a vitória aos 27 minutos após uma luta desastrosa por conta da LOUD em contestar o dragão. 

LOUD 2 X 3 PAIN 

Em um jogo explosivo a Pain começou impondo pressão na rota superior. Com o foco em neutralizar o Aatrox de Tay, Carioka montou a barraca na rota e a todo momento atrapalhava a vida do topo adversário. Porém, após alguns deslizes, a Pain perdeu duas lutas e Tay voltou a crescer e deu trabalho, mas não foi o suficiente. Em uma luta bagunçada aos 27 minutos, a Pain conseguiu virar o jogo contra a LOUD, garantindo o Ace e a passagem para a semifinal. 

What's your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Rafhael Pardin
Olá, sou Rafhael Pardin, natural do Espírito Santo e formado em Jornalismo pela FAESA Centro Universitário. Jogador de LoL desde 2013 e mais recentemente de Valorant. Trago a cobertura dos jogos durante os finais de semana.

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in:eSports